terça-feira, 22 de outubro de 2019
Gastrectomia vertical versus com derivação gástrica em Y-de-Roux: análise retrospectiva da perda de peso em um grupo de cirurgia bariátrica

Introdução: A obesidade é uma doença multifatorial, com prevalência crescente, que acomete milhões de pessoas em todo o mundo. Objeto: Foram estudados 177 pacientes submetidos a cirurgia bariátrica e metabólica no período de 03 de janeiro de 2014 a 17 de outubro de 2015. Justificativa: O grande número de indivíduos obesos e a efetividade das intervenções bariátricas têm despertado interesse progressivo em diferentes operações que induzem perda ponderal. Objetivo geral: Avaliar a equivalência da operação gastrectomia vertical (GV), em relação à operação derivação gástrica em Y-de-Roux (DGYR), na indução de perda ponderal em obesos. Metodologia: As operações foram realizadas no período de janeiro de 2014 a outubro de 2015. Foram analisados 532 pacientes obesos, dos quais foram selecionados 177 pacientes. Foram considerados critérios de inclusão: ter realizado consulta inicial e reconsulta entre 12 e 14 meses após a cirurgia, ser obeso com IMC maior de 35 (inclusive), ter entre 18 e 65 anos de idade (inclusive), e ter fracasso em tratamento conservador da obesidade instituído por um período mínimo de dois anos. Resultados esperados: A GV é mais equivalente a DGYR em induzir perda ponderal, um ano após a intervenção.

  • Entrar
  • Assinar